segunda-feira, 19 de abril de 2010

Somos anjos!



Quem não admira as pessoas ou seres dotados de capacidades paranormais, transcendentais, proféticas, mediúnicas, etc?
Quem não sonha em, um dia, poder irradiar toda beleza e esplendor dos espíritos que já conquistaram a angelitude? 
Presente em todas as religiões, sob denominações e aspectos variados, os anjos fazem parte das crenças espiritualistas. Esta questão é muito ampla e complexa, mas, em  nossa abordagem, o intuito foi mostrar que todos temos certos potenciais adormecidos e que, se soubermos despertá-los, poderemos conquistar uma felicidade e paz de espírito jamais imaginadas. Amor, compaixão, compreensão, sabedoria, são qualidades latentes que precisam ser lapidadas.
Na verdade, não existem privilégios na Criação. Todos os seres emanam da mesma e única fonte, princípio de Tudo, o Absoluto, ou seja, Deus.
Os anjos são espíritos puros, conforme a escala espírita adotada por Kardec. Sabemos, porém, que a classificação de espíritos em graus de evolução é algo muito complexo. O que Kardec propôs foi uma simplificação. Para mais detalhes, leia O Livro dos Espíritos.
Evolução significa desenvolver algo que já existe em potencial. Ou seja, na verdade, evoluir espiritualmente significa manifestar, gradativamente, ao longo das existências, a verdadeira natureza que existe em nós. Somos uma centelha divina. Trazemos em nossa consciência o “código genético do Pai”. Apenas precisamos  iluminar a sombra do ego para que a Luz Interna do nosso Cristo interior se manifeste. Para que isso ocorra, é necessário percorrer o eterno caminho do autoconhecimento. “Conhecereis a Verdade e a Verdade vos libertará”.
A Verdade está além dos livros, além da razão, da mente. A verdade é nossa Realidade última, é Deus em toda sua Plenitude. Este caminho é eterno, infinito, e a cada passo um novo horizonte se abre diante de nós.
Anjos são espíritos que já avançaram bastante nesta jornada, livres dos sentimentos inferiores. Por sua sabedoria e amor, dedicam-se a amparar os espíritos menos evoluídos, neste e em outros mundos, em seus vários planos de manifestação. São os responsáveis pela manutenção do equilíbrio no universo, com tarefas específicas e planos de trabalho.
Todos temos por destino a angelitude. Em vez de ficar sonhando com os anjos, entenda que você é um anjo. Procure, a cada dia, manifestar a Luz, seja da forma que for. A caridade é o grande termômetro que mede nosso “calor humano”, o amor que somos capazes de manifestar. Não existe espiritualidade superior sem doação, sem bondade e sem alegria.
Amadureça sua idéia sobre anjos. Eles não ficam lá no céu tocando harpa, imersos em um tédio sem fim. Na verdade, onde houver a caridade, o Amor, lá estará um anjo se manifestando.
Escrito por Victor Rebelo
PAZ E LUZ!



Um comentário:

drauziomilagres disse...

Somos Anjos, tanto para o bem como para o mal. A escolha é sempre nossa.

Como energias afins se atraem, vamos então emanar bons pensamentos e praticar boas ações para nos unirmos aos bons, para nos unirmos ao bem.

Um abraço.

Drauzio Milagres